.

Mapa Mental - Guia de estudo para Concursos Jurídicos

A segurança de um emprego público se tornou objetivo profissional de muitos. Mas passar num concurso público no ramo de direito jurídico, direito administrativo ou direito constitucional exige muito mais que apenas pagar uma taxa de inscrição e fazer a prova. Ele é um verdadeiro investimento a longo prazo baseado em dedicação e planejamento, principalmente se o que você almeja é um concurso da área na área publica.

 

Se você decidiu seguir esse rumo para sua vida agora, saiba que muitos concorrentes estão estudando e se preparando há anos com o mesmo objetivo. Pensar na concorrência pode te amedrontar, mas saiba que, se você mantem uma rotina de estudo segura, passar no tão almejado concurso público é só questão de tempo – e estudo!

 

Não sabe por onde começar? Acompanhe o guia e aprenda a como montar um plano de estudo, utilizar métodos de memorização eficientes para estudo, administrar sua rotina de estudo e se transforme em um concurseiro campeão.

 

Usando os métodos apresentados nesse guia, assim como o método do mapa mental você será capaz de melhorar sua eficiência nas provas e gastar menos tempo se preparando para seu objetivo. Um tempo bem investido vale muito mais que horas usando métodos ineficientes.

 

começando com mapas mentais concursos

 

1- Escolha o que quer e defina um objetivo

Acredite, se você está decidido num concurso específico, seja ele um concurso jurídico ou outro, já avançou metade do caminho. Diante a infinidade de concursos públicos disponíveis, é muito mais fácil se dedicar a um concurso determinado do que estudar para todos de um modo geral.

 

Se você ainda está indeciso sobre o que quer seguir, tente responder a seguinte pergunta: Qual o seu objetivo final? Não pense numa resposta genérica como “ser aprovado num concurso”, defina algum que você considera o ideal para o seu estilo de vida.

 

Está decidido para seguir num cargo público jurídico? Ótimo! O ideal é que agora você tenha em mente qual o concurso em que deseja ser aprovado. Por exemplo, temos os cargos de Analista judiciário, Procurador do Estado, Juiz ou até Promotor de Justiça, dentre muitos outros. Qual deles você mais deseja?

 

Saber o concurso que você vai fazer te ajuda a saber também qual a banca que elaborará aquela prova. Dessa forma, você terá em mãos provas de concursos anteriores, o que ajudará no estudo. Percebeu o quanto é importante?

 

 

2- Saiba que precisa dedicar tempo e dinheiro

Se tornar um concurseiro é investimento não só de tempo, mas também de dinheiro. Dinheiro para as taxas de inscrição das provas, para apostilas, materiais de estudo ou, talvez, até um curso preparatório. Por isso, o planejamento, principalmente financeiro, também é muito importante.

 

Mas o investimento de tempo que você fará será ainda maior. Não pense que estudando uma ou duas vezes na semana te fará preparado para alcançar o cargo que você tanto deseja. Manter uma rotina é muito mais importante do que contabilizar várias horas de estudo num único dia.

 

E, o mais importante: não comece a estudar pensando que será aprovado num concurso daqui a 3 ou 6 meses. Pode ser que aconteça, mas também pode ser que esses 3 meses se transformem em dois ou três anos. Não se preocupe: isso é normal e quanto mais tempo você passar estudando, mais preparado estará.

3- Administre seu tempo

O mais importante para quem está começando a estudar para concurso agora é administrar seu tempo. Afinal, conciliar trabalho e estudo, e ainda assim manter a vida social, parece impossível. Mas não é! Planejamento e disciplina são as palavras-chaves.

 

O primeiro passo é saber como funciona sua rotina. Que horário você tem livre? Talvez seja só um período de 2 ou 3 horas durante a noite, depois que você chegar do trabalho. Mantendo uma rotina regular de estudos, essas horas serão mais do que suficiente para garantir sua aprovação.

 

Talvez você precise da ajuda de familiares e amigos. Afinal, não dá para manter o foco quando seus amigos te chamam para tomar uma cerveja bem no seu período de estudo. Converse com familiares e amigos contando sobre seus planos, e deixe claro que você precisa ser mantido sozinho durante as horas que se propôs estudar.

 

 

4- Qual a hora de parar de trabalhar para se dedicar ao estudo para concurso?

Essa é uma decisão definitiva que deve ser tomada com bastante cuidado, porém, também não é um bicho de sete cabeças. O segredo do negócio está num planejamento financeiro minucioso aliado à economia de dinheiro.

 

Montar uma poupança durante o tempo que ainda está trabalhando é crucial. Ponha no papel seus gastos mensais, o que você ganha e, também, visualize aquilo que pode ser cortado. Um exemplo são aqueles pedidos de pizza que você faz toda semana ou até mesmo o cafezinho que você compra todo dia no trabalho.

 

Fazer esse levantamento te ajuda tanto na hora de economizar, como também na hora de largar tudo para viver com o que você guardou.

como estudar mapas mentais direito administrativo

5- Mãos a massa! Hora do estudo:

Você já decidiu o tipo de concurso que quer fazer, já sabe qual será a prova e também sabe os horários que tem livre para estudar. Hora de meter a cara nos livros! No inicio, tudo pode parecer muito confuso e você pode estar sem saber por onde começar, mas mantenha a calma.

 

A seguir, algumas dicas para que você organize seus horários de estudo durante a semana, saiba por quais matérias começar e onde se dedicar mais.

 

 5.1 Por quais matérias começo a estudar para concurso?

Quando se está começando agora, a demanda de conteúdo parece muito maior do que realmente é. Lembra da dica lá no inicio do guia, no item 1? Escolher o cargo e prova que quer concorrer é um passo definitivo para ajudar nesse momento.

 

Porém, por via das dúvidas, você sempre pode começar pelas matérias base de quase todo concurso. Português, raciocínio lógico e Direito Constitucional e Direito Administrativo são matérias centrais, e, caso você não tenha certeza de qual concurso vai fazer, começar a estudar por elas é uma boa ideia.

 

5.2 Planejando sua rotina de estudo

Concurso é um investimento a longo prazo, como já foi dito. Isso significa que não dá para você pegar todo o conteúdo programático e estudar num mês. Não! Essa é uma das piores coisas que você pode fazer, enquanto estudante para um concurso.

 

Por um motivo: muito provavelmente você não dará tempo para sua memória digerir todo o conteúdo que está estudando, e pouco depois tudo que foi estudado vai ser esquecido.

 

Saiba quais assuntos vai estudar em cada dia na semana, assim você não perderá tempo. Claro, é sempre melhor ir do assunto mais básico para o mais complicado. Antes mesmo de começar a estudar, procure materiais de estudo e já deixe tudo preparado.

 

5.3 Estude intercalando matérias

Algumas pessoas acham que passar um mês inteiro estudando apenas uma matéria é melhor. Se você quer um bom desempenho de estudo, prevendo aprender de verdade os assuntos estudados, essa técnica é pouco recomendada.

 

Intercalar matérias pode te afastar um pouco daquele assunto complicado que você está sentindo dificuldade em entender. Com esse tempo que você dá ao seu cérebro, é muito capaz que, ao voltar novamente ao assunto, você consiga compreende-lo melhor.

 

Lembra da escola? Faça um calendário semanal parecido com o que você tinha naquela época, e distribua ao menos uma ou duas matérias num dia de estudo. Estudando dessa forma você vai ver como sua compreensão dos assuntos vai melhorar, fazendo seu plano ser mais produtivo!

 

 

6.  5 métodos de estudo para passar em concurso

Encontrar um método de estudo que funciona bem com você é ter a certeza que vai ter um estudo produtivo. Ou seja, você aprenderá mais e manterá esse aprendizado por muito tempo, diferente do que acontece quando os conteúdos são apenas decorados.

 

Abaixo, seguem 5 métodos matadores para quem estuda para concurso público. Mas lembre-se, um método não exclui outro! Você pode usar até mesmo todos eles, caso ache que isso vai te ajudar.

 6.1 Resumos e fichamentos

Não é recomendado que você apenas leia o conteúdo: fazer resumos e fichamentos é muito mais interessante. Formule sentenças breves explicando o que você entendeu do assunto, e reúna no fichamento os pontos e informações mais importantes.

 

Isso vai te ajudar bastante quando você revisar tudo. Afinal, ler o conteúdo resumido em pontos e sentenças breves te ajuda a lembrar o conteúdo sem precisar reler todo o seu material de estudo. Você garante que está aprendendo e ainda economiza tempo na hora da revisão.

 

 6.2 Mapa Mental

A técnica do Mapa Mental é muito utilizada até mesmo por vestibulandos, tal sua eficácia. Ela consiste em reunir numa página tópicos de um assunto com um mapa ramificado. Ou seja, uma informação central vai se desmembrando em mais outros pontos até formar uma grande árvore de informações. Tudo isso em uma única folha de papel – nunca mais que isso!

 

Faça um mapa mental para cada assunto que você estudar.  Este é um método, sobretudo, para auxiliar na hora da revisão.  Use mapas mentais em parceria com os resumos e fichamentos, afinal, um mapa não é uma coisa que você será capaz de fazer com eficiência enquanto ainda estiver lendo os assuntos.

 

O ideal é que você use sua imaginação e trabalhe bastante com cores e até mesmo desenhos. Quer alguns exemplos de mapas mentais? O site do criador da técnica, o escritor Tony Buzan, reúne vários exemplos de mapas que você pode utilizar.

 

Temos um Guia rápido que vai te ensinar passo a passo como fazer seu mapa mental, clique no botão abaixo e baixe nosso guia agora. Comece a aplicar hoje mesmo a técnica do mapa mental no direito.

 

 

 

 

 6.3 Auto-explicação

Explicar para si mesmo um conteúdo que você acabou de estudar ainda é uma das melhores formas de assimilar aquilo que foi estudado. Enquanto estiver lendo o conteúdo, pare e explique para si mesmo o que você acabou de ler.

 

Caso perceba que está se atrapalhando muito na hora de explicar, é sinal que você não entendeu muito bem. Então volte ao assunto novamente ou até mesmo procure outras fontes de estudo confiáveis. É um método bem simples, e garante que você entenda de verdade o que está estudando!

 

 6.4 Flash-cards

O método de flash-cards é ideal para quem já estudou todo o conteúdo por meses, e está em processo de revisão para uma prova próxima. Caso você não conheça, os flash-cards são pequenos cartões pautados, e geralmente são usados por pessoas que vão fazer alguma apresentação de trabalho ou coisas similares.

 

No papel, você anota pequenos pontos importantes que precisam ser lembrados. É um método que se assemelha bastante aos fichamentos, com uma diferença: é bem mais resumido! Ou seja, ainda melhor para revisão.

 

Você deve fazer esses cartões para todos os assuntos que estudar, e revê-los diariamente no processo de revisão. Isso garante que você lembrará mesmo de tudo. E pode até te ajudar a lembrar aquelas fórmulas chatas de matemática.

 

 6.5 Método mnemônico: sintetize e monte siglas

Esse pode ser um método complementar aos Flash-cards. Caso você tenha dificuldade em lembrar de fórmulas ou conteúdos que precisam ser decorados, você pode usar o método da síntese e usar siglas para lembrar do conteúdo.

 

Algumas pessoas constroem até frases para lembrar alguma fórmula matemática. Um exemplo clássico para quem está estudando para a área jurídica é a sigla SoCiDiVaPlu, que se refere aos fundamentos da República Federativa do Brasil: Soberania, Cidadania, Dignidade da pessoa humana, Valores sociais do trabalho e da livre iniciativa, Pluralismo político.

 

prova mapa mental direito constitucional

7. Resolva provas anteriores de concursos

Resolver exercícios é uma parte importante do processo de aprendizado, ainda mais para quem está estudando para concurso ou até mesmo para ENEM. Lembre-se que é através da prática que você entenderá como a prova funciona, e poderá até montar técnicas para otimizar seu tempo de resolução da prova.

 

Os exercícios devem ser realizados ao menos semanalmente, e devem abraçar todos os conteúdos que você estudou durante a semana. Reserve um horário no seu planejamento da semana só para resolução de exercícios.

 

 

8. Revisão para concurso e sua periodicidade

Alguns concurseiros esquecem completamente da importância da revisão, e deixam para olhar novamente os assuntos estudados apenas em véspera de prova. Isso é errado! Para garantir que sua memória guarde todo conteúdo que você estudou, especialistas recomendam que você faça revisões semanais.

 

O mesmo dia que você reservou em seu planejamento para fazer exercícios, pode ser o dia que você usará para reler os assuntos que estudou durante a semana. Releia tudo antes de fazer as questões.

 

 

9. Mantenha o foco! Como vencer a procrastinação e manter o estudo para concurso

Manter o seu planejamento de estudo é o mais importante em todo esse processo. Não adianta você passar 10 dias sem estudar, e no dia que resolver pegar nos livros, passar 10 horas seguidas estudando. Você provavelmente perderá grande parte do conteúdo que tentou aprender, de tão cansado que ficará.

 

Uma dica, que talvez ajude quem tem problemas com procrastinação, é o uso da técnica pomodoro. A técnica consiste em você manter o foco em uma atividade (sem olhar WhatsApp, Facebook e afins!) durante 25 minutos. Após isso, você se dá um período de descanso de 5 minutos, e volta ao trabalho novamente. Existem aplicativos para Smartphones voltados só para isso!

 

Períodos de festas e viagens também podem ser seus inimigos na hora de manter o foco nos estudos. Especialistas recomendam que você faça um planejamento antecipando essas situações, e estude um pouco mais dias antes do período que ficará longe dos livros.

 

Mas lembre-se, mantenha o foco e, logo após as festividades, volte aos estudos com força total!

 

 

Conclusão

Parabéns! Ao completar esse guia de estudo para concursos jurídicos usando métodos eficientes de estudo e o método do mapa mental, você esta um passo mais próximo de alcançar seu objetivo e conquistar seus sonhos!

 

Se você gostou e quer mais artigos como esse que explorem a utilizam dos mapas mentais para concursos, por favor, entre em contato.

 

 

 

 

 

 

 

 

<<< Voltar para mapa mental

pb 1

SIM, Eu Quero Acesso Imediato!

Quase lá! Por favor entre com seu melhor email e clique no botão abaixo para receber o ebook.

Você se inscreveu com sucesso!

pb 1

SIM, Eu Quero Acesso Imediato!

Quase lá! Por favor entre com seu melhor email e clique no botão abaixo para receber o ebook.

Você se inscreveu com sucesso!